• ARTIGOS

Meus artigos

O Gambito da rainha - a fama e a invisibilidade de Elisabeth Harmon

CONTÉM SPOILERS 
 
Estamos nos anos 50. Elisabeth Harmon é uma menina que foi criada sem pai, pela mãe, uma mulher com graves problemas psicológicos. Viveu em um ambiente instável e inseguro . Aos 9 anos de idade sua mãe se suicida, e ela é encaminhada para um orfanato.
 
A menina, sozinha e paralisada pelo trauma, é recebida burocraticamente pela diretora da instituição. A mulher lhe dá um uniforme e, friamente, avisa que…

Leia mais...

Falando sobre transgêneros, homossexuais e transsexuais - como não esbarrar na desinformação e no preconceito.

Mito de Procusto - símbolo da intolerância

Segundo a Mitologia Grega, Procusto era um homem que vivia na floresta. Tinha uma hospedaria e convidava os viajantes que por lá passavam para dormir e repousar. Porém, sua intenção era outra. A pessoa precisaria caber na cama oferecida. Se fosse maior que a cama, Procusto cortava-lhe os pés. Se fosse menor, ele esticava seu corpo até ficar do tamanho da cama.
Quando…

Leia mais...

Violência contra a mulher - uma reflexão sobre a importância de educar meninos

Marina, mãe de Bruna, 6 anos: “Quando penso na adolescência de Bruna fico me perguntando: será que vai chegar o dia, em que não precisarei dizer à minha filha que tome cuidado ao sair, que procure não andar desacompanhada na rua, à noite? Embora ache isso absurdo, tenho que pensar na realidade que vivemos”.

 

Estela, mãe de Caio, 6 anos, passava pela sala quando seu filho, acidentalmente, levantou seu…

Leia mais...

Violência contra a mulher: Triste quadro sem data para acabar

Elas são Mércias, Elisas, Eloás, Lúcias, Helenas, Carolinas...

Pertencem a diferentes raças, classes sociais, níveis intelectuais, atividades profissionais. Em comum têm apenas uma coisa: sofreram agressões de seus maridos, namorados ou amantes.

Escolheram esses homens para compartilhar a vida, formar uma família, dividir alegrias e tristezas, lutar ao seu lado por uma vida melhor.

Acreditaram que o amor que sentiam e que lhes dedicavam os ajudaria a mudar. A cada…

Leia mais...